Em Vão


Eu tento te esquecer, dia após dia;
faço promessas, rezo, mas em vão,
porque este amor que dói, que anestesia,
supera a imensa força da oração.

Procuro me dizer que é fantasia,
capricho passageiro da ilusão...
Eu tento te esquecer, dia após dia,
porém, por mais que eu tente, tento em vão...

E teimo em te esquecer, mas não consigo,
porque para aumentar o meu castigo,
sonho contigo noites sem cessar.

E presa deste anseio ingênuo e louco,
por mais que eu viva, ainda será pouco
para pensar em ti... e te adorar...

 

BIBLIOTECAS DO MUNDO TODO Índice Próxima