Emoções


Meu coração é uma arca sem tranca,
onde guardo grandes emoções:
minhas saudades, alegrias, tristezas,
e tudo o mais que me toca a alma...

Às vezes, essa arca transborda
e eu tropeço nos meus guardados queridos,
nos simplesmente tolerados,
ou ainda nos indesejáveis, impostos pela vida.

Outras vezes,
desastradamente, entro em choque
com os próprios sentimentos,
e, com os pensamentos em desalinho,
procuro revolver os guardados
de minha arca sem tranca,
sobrecarregada de emoções boas, más,
ou tão-somente lembranças esmaecidas,
fantasiadas de falsas emoções.

E, nesse meu vai-vem alucinado,
de arruma e desarruma coração,
confronto, imaginariamente,
os meus guardados queridos,
os simplesmente tolerados, ou impostos pela vida,
e, na medida do possível, consciente, ou não,
tento retirar parte deles da minha arca sem tranca,
onde guardo emoções e EMOÇÕES,
ou melhor,
onde eu deveria guardar somente
as mais sublimes recordações.

 

BIBLIOTECAS DO MUNDO TODO Índice Próxima